Mundo Fashion e seus "dialetos"

By | 2/10/2011 05:27:00 PM Leave a Comment
Como qualquer "tribo", o mundo fashion também possui seus próprios "dialetos" , muitas vezes um incógnita pra nós seres humanos comuns (rsrs), aqui vão alguns dos mais comuns do backstage fashion. 



Confira nosso mini-dicionário:


A, de fila a -Não é lenda. Há casos de jornalistas que não saem de casa, do lobby do hotel ou da barraquinha de cachorro quente se descobrem que o convite reservado para eles é na fila b. se for c ou d, então, eles pulam cafonas no rio Tietê ou desfilam pela primeira favela que surgir nos arredores da avenida Brasil carioca. a fila a é uma distinção similar ao ingresso para o funeral de Michael Jackson. Quem tem, exibe, repercute, gargalha como um rico. Em edições anteriores, só quem estava na fila a ganhava brinde (de uma barrinha de cereal a uma bolsa assinada por uma grife chique). Hoje, a figura ganha uma tonelada de papel, pedaços de tecido ou um bibelô inútil. Brinde bom vai para cama do hotel dos finos.


Absurdo - No meio fashion, a palavra é sempre usada com conotação positiva. Exemplo: "a trilha do desfile X foi absurda", ou seja, muito, mais muito boa.


Backstage - É onde os modelos se preparam para os desfiles e os estilistas recebem convidados e imprensa para um mini coquetel pós-apresentação.


Booker- É uma espécie de babá ou, desculpe querido, um acompanhante, o representante da agência junto à modelo. Ele acorda a moça, esconde os gordurosos queijos amarelos da mesa do café-da-manhã e, às vezes, ajuda a curar a ressaca da recém-adolescente. Sim, modelo gosta de fumar e beber. Fora do evento, é o contato da profissional com os clientes (grifes e veículos de comunicação). A saber: meninas aprovadas para desfilar ou fotografar para campanhas foram "bookadas".


Cast - Time de modelos escolhido pelo estilista para desfilar.


Exuberar - É não ter medo, é flertar com o risco, é estar sempre linda (o) e montada (o), como se qualquer ocasião fosse muito importante. Parece brincadeira, mas faz a maior diferença! E mesmo em situações desagradáveis ou entre gente chata e mal humorada, o importante é exuberar.


Fashionista - É o seguidor de tendências. Gente que adora o mundo fashion e entende dele como ninguém.


Ferver - É quando algo, evento ou pessoa, está muito agitado. Também significa se divertir.


Fitting - A prova de roupa dos tops selecionados.

Hairstylist -É muito, muito desagradável chamar cabeleireiro de... Cabeleireiro. Ele é hairstylist. Pronto, falei. O mesmo serve para maquiador. Ele é um make-up artist.

Lineup - É a programação de desfiles. Simples assim.


Looks - São as combinações apresentadas nas passarelas. Ex: um vestido, uma sandália e assessórios compõem um look.


Lounge - Espaço onde patrocinadores do evento recebem seus convidados. É lá que quem passa o dia todo no evento consegue relaxar um pouco, com drinks, petiscos e música.


New face - É como se chamam as modelos em início de carreira, que estão sendo lançadas pelas agências. Seus cachês por desfile não ultrapassam os R$ 200. Mas a idéia é que elas estourem e virem tops.

Papisas -São as grandes damas do universo da moda, que levantam e destroem coleções, arruínam ou alavancam carreiras. Muitas vezes um desfile só começa quando todas estão devidamente sentadas. Na fila a, óbvio.

Pit - Normalmente instalado no final das passarelas é o local reservado para os fotógrafos e cinegrafistas registrarem o desfile, com direito à paradinha clássica dos modelos para os flashes.
Tendência- É a aposta do estilista. Você pode nunca usar. Mas que ele aposta, aposta

Under - Diminutivo de underground, quando a pessoa faz um estilo meio dark, meio alternativo.


 - Se refere a algo ruim, mal feito, desagradável.

Vintage - É vintage usar "in" e "out", por exemplo. Tudo que é passado vai para o baú de referências. Mas isso não quer dizer que não voltamos a expressões ou roupas antigas. Na moda, tudo vai e volta.

Fontes: Uva/ Site Plox.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: