Bolsa Birkin da grife Hermés é melhor investimento que barras de ouro

By | 1/27/2016 09:43:00 PM Leave a Comment






Um estudo analisou, e comparou o valor do ouro nos últimos 35 anos, com o crescimento do valor da bolsa Birkin, da grife francesa Hermés. Ao que parece investir uma contia generosa, numa bolsa pode ser um bom investimento. De acordo com o site de luxo Bag Hunter, o modelo Birkin da Hermés, é uma aplicação lucrativa e seguro, comparado a compra de ações ou barras de ouro.



O valor das bolsas Birkin aumentou todos os anos entre 1980 e 2015, com uma média de taxa de retorno anual de 14,2%, calculou o site. No mesmo ínterim, as ações do S&P500 (um indíce composto por 500 ativos qualificados devido ao seu tamanho de mercado, liquidez e representação de grupo industrial) tiveram uma taxa de retorno de 8,7% por ano e o ouro de -1,5%.

Segundo o Bag Hunter, o valor da Birkin mostrou menos volatilidade do que o mercado e ações. P No período de 35 anos analisado, o mais alto retorno anual do S&P500 foi de 37,2% em 1999 e o mais baixo de -36,6%, em 2008. Já a Birkin oscilou entre uma taxa de retorno alta de 25% e uma baixa de 2,1%, nunca caindo para números negativos. “Isto faz com que as malas Birkin da Hermès sejam, de longe, o investimento menos arriscado dos três”, conclui o Bag Hunter no seu relatório. Evelyn Fox, fundadora do Bag Hunter, atestou ao Luxury Daily que esta análise “reflete a estabilidade do mercado de ultra-luxo”.

A bolsa Birkin, tal como a Kelly, é uma das it bags mais conhecidas e desejadas do mundo e é uma das mais populares desde a sua criação, em 1981, deves-se seu nome à atriz Jane Birkin, é totalmente feita à mão, demora, no mínimo, 20 horas a ser feita, além de uma lista de espera permanente para sua compra de seis anos. Custa em média 60 mil dólares.



Reprodução: Modachicago
Via: Portugal Textil


Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários: